ANDIROBA

Carapa guianensis Aubl. Meliaceae

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

Ocorre em toda a Amazônia, nas matas de várzeas ou regiões alagadiças dos rios, às vezes formando pequenas aglomerações. Existe ainda nas Antilhas, Nicarágua, Peru, Suriname, Guianas, África Tropical, Colômbia e Venezuela.

DENOMINAÇÕES VULGARES

Andiroba, carapa, andirova, crabwood, cedro-macho, krappa, fiqueroa, tangaré, andiroba-branca,a. do igapó, a. vermelha, angirova, comaçari, mandiroba, yandiroba, carapá, carapinha, gendiroba, jandiroba, penaiba, purga de Santo lnácio, abomidan, caraba, damerara, brasilian mahogany, lowland crabwood, highland crabwood, white karaba, Britsh Guiana mahogany, bois caule, cachipou, Carapá blanc, c. rouge, c. jaune, crapo, andiroba carapa, bateo, cedro bateo, nand mova, paramahogany, mazabalo, guino (Chicó).

CARACTERÍSTICAS GERAIS DA ÁRVORE

Árvore grande até 30 m de altura, com sapopemas baixas, tronco reto e cilín-drico casca grossa e amarga avermelhada, fissurada em estreitas tiras, superficialmente caduca, espessura de até 1,0 cm. Árvore, copa média, , apresentando descamação em placas. Espécie de grande valor pela abundância e teor oleaginoso de suas sementes e largo uso de sua madeira.

CARACTERÍSTICAS GERAIS DA MADEIRA

Madeira semelhante ao mogno e ao cedro, mais densa e pesada; moderadamente pesada (0,75 g/cm3); alburno castanho claro, estreito, de 2,5 a 5 cm de largura e cerne castanho avermelhado, com brilho notável; grã regular ou ondulada: textura média um tanto grosseira, ligeiramente áspera ao tato; cheiro e gosto indistintos. Fácil de trabalhar, recebendo bom acabamento. Não é resistente quando em contato com umidade.; em tratamentos sob pressão, demonstrou ser de baixa permeabilidade às soluções preservantes.

DESCRIÇÃO ANATÔMICA MACROSCÓPICA

Poros visíveis a olho nu, pequenos a médios, solitários em sua maioria, ocorrendo também algumas cadeias radiais, vazios, alguns com resina escura. Linhas vasculares notadas sem auxilio de lente, altas, contendo resina. Raios no transversal são distintos apenas com auxílio de lupa, regularmente espaçados; na face tangencial apresentam-se baixos e dispostos irregularmente; são contrastados na face radial. Parênquima axial visivel somente sob lente, contrastado, em faixas estreitas, concêntricas. Camadas de crescimento às vezes demarcadas pelo parênquima marginal. Máculas medulares ausentes, canais intercelulares verticais presentes.

PRINCIPAIS USOS

Folhas faqueadas, móveis, vigas, caibros, ripas, rodapés, molduras, cordões, venezianas, tábuas para assoalhos, carpintaria, construção naval, lâminas e compensados, móveis, caibros, canoas, esquadrias, obras internas, coronhas de armas, lápis, mastros e vergas, marcenaria Não deve ser empregada em contato com o solo ou em outras condições favoráveis à deterioração biológica. É fácil de serrar, aplainar, pregar, aparafusar e recebe bom acabamento.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *